quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

*1-TELETA E LU CANDEIA* *2-RECEITA: TORTA DE LIMÃO*


*TELETA E LU CANDEIA*

No curtume da currutela estava um breu. Mesmo assim foi
encontrado o Teleta tafuiado num bueiro. Não sei como o
lambisgóia infunou ali. Ele, impertinente, taludo, turrão, cheio
de calombo no corpo, ficava esperneando. Enquanto isso, o Lu
Candeia segurava uma lamparina e pressionava sua perereca para
não cair, enquanto gaiofava do Teleta. Sua gengiba atrofiou, e as
dentaduras frouxaram; era só arreganhar a boca que elas pulavam
para o inesperado. Foram dois fatos disputados:
Teleta tafuiado e Lu Candeia com seu arremesso de perereca.
***Ana Maria Gonçalves***
(Imagem da internet)





*RECEITA: TORTA DE LIMÃO*

RENDIMENTO: 6 PORÇÕES.
INGREDIENTES:
1/2 pacote de biscoito de maisena (100g)
3 colheres (chá) de raspas de limão
1 lata de leite condensado
1/2 xícara (chá) de suco de limão
1/2 pote de sorvete de creme KIBON

MODO DE PREPARO:
1- Bata os biscoitos no liquidificador até obter uma farofa grossa.
2- Misture a farofa de biscoito e 2 colheres de (chá) raspas de limão.
3- Misture o leite condensado com o suco de limão até engrossar.
4- Em 6 taças pequenas, alterne camadas de farofa de biscoito,
sorvete de creme KIBON, creme de limão, farofa e finalize com
sorvete de creme de KIBON.
5- Decore com farofa e raspas de limão restantes.
Leve ao freezer por 1 hora e sirva em seguida.
(Revista NOVA) (Imagem da internet)

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

*1-O ESTRUPÍCIO PERRENGUE**2-RECEITA: DOCE DE BANANA*


*O ESTRUPÍCIO PERRENGUE*

O estrupício trupicou na pelota enquanto matutava com sua cafubira,
dando um fricote bastante aperreado. Carregava uma candeia, e estava
encafifado sentindo-se um troço. Cavucava para tafuiar sua cachaça,
sua birita, fazia uma bistunta calculando-se. Enquanto isso o treco
do seu catarro perriava. Calçando uma precata, e com um andaço, ele
estava muito perrengue. Carregava a tiracolo um embornal com suas
bugingangas, e sentia-se avexado.
O tempo era só mormaço de chuva. Bem próximo dele aprochegou-se
fazendo fusaca, matraqueando, esmulambado, perebento, remelento,
rabugento e chiliquento; conduzia uma capanga com bagulho. Todo
emperriado pediu uma bínga para dazer fogo na sua fornaia.
Eu, com a munheca cansada, subaco com 'cê, cê', cafengando, já
impanzinado, encalhado, parei na grota e soltei o barro.
Ele, com sua nascida estourando, com pustema pra todo lado, turrão,
bem pirracento, xeretando, escrafunchando na sua gibeira bem
geringonçada, ainda ficou debochando da minha situação.
***Ana Maria Gonçalves***
(Imagem da internet)

*RECEITA: DOCE DE BANANA*

INGREDIENTES:
1 kg de açúcar
18 bananas
1/2 de chá chocolate em pó
1 lata de leite condensado

MODO DE FAZER:
Coloque o açúcar na panela e mexa até virar caramelo. Depois disso,
amasse as bananas e misture com o caramelo no fogo. Depois, misture
o chocolate também no fogo. Deixe esfriar e coloque leite condensado.

(Jornal DAQUI)
(Imagem da internet)

sábado, 18 de dezembro de 2010

*1-JANE ABRIU A BOLSA* *2-RECEITA: FLOR DE MORTADELA DEFUMADA E MUSSARELA DE BÚFALA*


*JANE ABRIU A BOLSA*

Jane abriu a bolsa e procurou as chaves do apartamento. Em geral
guardava as chaves no compartimento externo da bolsa, mas não
estavam ali. "Será que as esqueci?! Não... aqui estão." Ela tateou
as chaves, para encontrar a que abria a porta da frente. Teve de
tentar duas vezes, antes de ouvir o estalido da fechadura. Depois
de entrar, Jane estendeu a mão para a esquerda, na direção do
interruptor... mas para que acender a luz? O marido faria isso mais
tarde, quando chegasse em casa. Com as pontas dos dedos encostando
de leve na parede, ela foi até o pequeno armário embutido no lado
direito, abriu-o e pendurou o casaco. Virou-se devagar e projetou
na mente a localização da mesa com o telefone e a secretária
eletrônica. Com o maior cuidado, seguiu nessa direção, orientando-se
pelo contato dos dedos com a poltrona de couro e o perfume das rosas
que ganhara no aniversário. Teve a precaução de não esbarrar na
mesinha de centro. Esperava que houvesse recados de sua família
na secretária eletrônica.
(Do livro Mantenha o seu Cérebro Vivo, de Lawrence C.
Katz, Ph. D., e Manning Rubin)
(Imagem da net)

*RECEITA: FLOR DE MORTADELA DEFUMADA E MUSSARELA DE BÚFALA*

350 g de mortadela defumada, cortada em fatias bem finas
350 g de mussarela de búfala em formato de cereja
Pimenta-rosa a gosto
Azeite para regar
Ramos de alecrim para decorar

Dobre ao meio cada fatia de mortadela e enrole em uma bolinha de
mussarela, formando uma flor. Repita a operação com a mortadela
e a mussarela restantes e arrume as flores em um prato.
Salpique com pimenta-rosa. Leve à geladeira, cobertas com filme
plástico. Sirva-as regadas com azeite e decoradas com alecrim.
Rende 24 flores.

Pronto em 10 minutos mais geladeira
84 calorias em cada flor.

(Claudia Comida&Bebida)
(Imagem da net)



sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

*1-CONFUSÃO NO VELÓRIO* *2-RECEITA: AMBROSIA*


*CONFUSÃO NO VELÓRIO*

Eram dois pescadores gêmeos, um casado e o outro solteiro. O
solteiro tinha uma lancha de pesca já velha, mas era de onde
tirava seu sustento. Um dia, a mulher do casado morre. E como
uma desgraça nunca vem só, a lancha do irmão solteiro afunda-se
no mesmo dia.
Uma senhora soube da morte da mulher e resolve dar os pêsames
ao viúvo, mas confunde os irmãos e acaba por se dirigir ao
irmão que perdeu a lancha.
-Eu só soube agora. Que perda enorme. Deve ser terrível...
O solteiro, sem entender bem, explicou:
-Pois é. Eu estou arrasado. Mas é preciso ser forte. De qualquer
modo, ela já estava muito velha. Tinha o traseiro todo
arrebentado, fedia a peixe e vazava muita água. Ela tinha um
grande rachado na frente e um buraco atrás. Mas eu acho que
o que ela não aguentou foi que eu a emprestava a quatro amigos
que se divertiam com ela...
A velhinha desmaiou!
(Enviada por Yuri Leonardo ao Jornal DAQUI)
(Imagem da net)

*RECEITA: AMBROSIA*

INGREDIENTES:
1 kg de açúcar
1 lata de leite
3 cravos da índia
1 pau de canela em rama
1 colher (sopa) de suco de limão
12 ovos

MODO DE FAZER:
Junte o leite com o açúcar, mexa sobre o fogo até dissolver.
Quando levantar fervura acrescente o cravo, a canela e o suco
de limão, deixe em fervura branda enquanto bate os ovos na
batedeira. Os ovos devem ficar esbranquiçado e fofos. Adicione
os ovos sobre o leite e não mexa até que comece a solidificar.
Então mexa com uma colher para que os pedaços fiquem menores.
Quando a calda engrossar de novo, retire do fogo, e passe para
a vasilha onde será guardado. Sirva gelado.
(Jornal DAQUI)
(Imagem da net)