quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

*1-TELETA E LU CANDEIA* *2-RECEITA: TORTA DE LIMÃO*


*TELETA E LU CANDEIA*

No curtume da currutela estava um breu. Mesmo assim foi
encontrado o Teleta tafuiado num bueiro. Não sei como o
lambisgóia infunou ali. Ele, impertinente, taludo, turrão, cheio
de calombo no corpo, ficava esperneando. Enquanto isso, o Lu
Candeia segurava uma lamparina e pressionava sua perereca para
não cair, enquanto gaiofava do Teleta. Sua gengiba atrofiou, e as
dentaduras frouxaram; era só arreganhar a boca que elas pulavam
para o inesperado. Foram dois fatos disputados:
Teleta tafuiado e Lu Candeia com seu arremesso de perereca.
***Ana Maria Gonçalves***
(Imagem da internet)





*RECEITA: TORTA DE LIMÃO*

RENDIMENTO: 6 PORÇÕES.
INGREDIENTES:
1/2 pacote de biscoito de maisena (100g)
3 colheres (chá) de raspas de limão
1 lata de leite condensado
1/2 xícara (chá) de suco de limão
1/2 pote de sorvete de creme KIBON

MODO DE PREPARO:
1- Bata os biscoitos no liquidificador até obter uma farofa grossa.
2- Misture a farofa de biscoito e 2 colheres de (chá) raspas de limão.
3- Misture o leite condensado com o suco de limão até engrossar.
4- Em 6 taças pequenas, alterne camadas de farofa de biscoito,
sorvete de creme KIBON, creme de limão, farofa e finalize com
sorvete de creme de KIBON.
5- Decore com farofa e raspas de limão restantes.
Leve ao freezer por 1 hora e sirva em seguida.
(Revista NOVA) (Imagem da internet)

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

*1-O ESTRUPÍCIO PERRENGUE**2-RECEITA: DOCE DE BANANA*


*O ESTRUPÍCIO PERRENGUE*

O estrupício trupicou na pelota enquanto matutava com sua cafubira,
dando um fricote bastante aperreado. Carregava uma candeia, e estava
encafifado sentindo-se um troço. Cavucava para tafuiar sua cachaça,
sua birita, fazia uma bistunta calculando-se. Enquanto isso o treco
do seu catarro perriava. Calçando uma precata, e com um andaço, ele
estava muito perrengue. Carregava a tiracolo um embornal com suas
bugingangas, e sentia-se avexado.
O tempo era só mormaço de chuva. Bem próximo dele aprochegou-se
fazendo fusaca, matraqueando, esmulambado, perebento, remelento,
rabugento e chiliquento; conduzia uma capanga com bagulho. Todo
emperriado pediu uma bínga para dazer fogo na sua fornaia.
Eu, com a munheca cansada, subaco com 'cê, cê', cafengando, já
impanzinado, encalhado, parei na grota e soltei o barro.
Ele, com sua nascida estourando, com pustema pra todo lado, turrão,
bem pirracento, xeretando, escrafunchando na sua gibeira bem
geringonçada, ainda ficou debochando da minha situação.
***Ana Maria Gonçalves***
(Imagem da internet)

*RECEITA: DOCE DE BANANA*

INGREDIENTES:
1 kg de açúcar
18 bananas
1/2 de chá chocolate em pó
1 lata de leite condensado

MODO DE FAZER:
Coloque o açúcar na panela e mexa até virar caramelo. Depois disso,
amasse as bananas e misture com o caramelo no fogo. Depois, misture
o chocolate também no fogo. Deixe esfriar e coloque leite condensado.

(Jornal DAQUI)
(Imagem da internet)

sábado, 18 de dezembro de 2010

*1-JANE ABRIU A BOLSA* *2-RECEITA: FLOR DE MORTADELA DEFUMADA E MUSSARELA DE BÚFALA*


*JANE ABRIU A BOLSA*

Jane abriu a bolsa e procurou as chaves do apartamento. Em geral
guardava as chaves no compartimento externo da bolsa, mas não
estavam ali. "Será que as esqueci?! Não... aqui estão." Ela tateou
as chaves, para encontrar a que abria a porta da frente. Teve de
tentar duas vezes, antes de ouvir o estalido da fechadura. Depois
de entrar, Jane estendeu a mão para a esquerda, na direção do
interruptor... mas para que acender a luz? O marido faria isso mais
tarde, quando chegasse em casa. Com as pontas dos dedos encostando
de leve na parede, ela foi até o pequeno armário embutido no lado
direito, abriu-o e pendurou o casaco. Virou-se devagar e projetou
na mente a localização da mesa com o telefone e a secretária
eletrônica. Com o maior cuidado, seguiu nessa direção, orientando-se
pelo contato dos dedos com a poltrona de couro e o perfume das rosas
que ganhara no aniversário. Teve a precaução de não esbarrar na
mesinha de centro. Esperava que houvesse recados de sua família
na secretária eletrônica.
(Do livro Mantenha o seu Cérebro Vivo, de Lawrence C.
Katz, Ph. D., e Manning Rubin)
(Imagem da net)

*RECEITA: FLOR DE MORTADELA DEFUMADA E MUSSARELA DE BÚFALA*

350 g de mortadela defumada, cortada em fatias bem finas
350 g de mussarela de búfala em formato de cereja
Pimenta-rosa a gosto
Azeite para regar
Ramos de alecrim para decorar

Dobre ao meio cada fatia de mortadela e enrole em uma bolinha de
mussarela, formando uma flor. Repita a operação com a mortadela
e a mussarela restantes e arrume as flores em um prato.
Salpique com pimenta-rosa. Leve à geladeira, cobertas com filme
plástico. Sirva-as regadas com azeite e decoradas com alecrim.
Rende 24 flores.

Pronto em 10 minutos mais geladeira
84 calorias em cada flor.

(Claudia Comida&Bebida)
(Imagem da net)



sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

*1-CONFUSÃO NO VELÓRIO* *2-RECEITA: AMBROSIA*


*CONFUSÃO NO VELÓRIO*

Eram dois pescadores gêmeos, um casado e o outro solteiro. O
solteiro tinha uma lancha de pesca já velha, mas era de onde
tirava seu sustento. Um dia, a mulher do casado morre. E como
uma desgraça nunca vem só, a lancha do irmão solteiro afunda-se
no mesmo dia.
Uma senhora soube da morte da mulher e resolve dar os pêsames
ao viúvo, mas confunde os irmãos e acaba por se dirigir ao
irmão que perdeu a lancha.
-Eu só soube agora. Que perda enorme. Deve ser terrível...
O solteiro, sem entender bem, explicou:
-Pois é. Eu estou arrasado. Mas é preciso ser forte. De qualquer
modo, ela já estava muito velha. Tinha o traseiro todo
arrebentado, fedia a peixe e vazava muita água. Ela tinha um
grande rachado na frente e um buraco atrás. Mas eu acho que
o que ela não aguentou foi que eu a emprestava a quatro amigos
que se divertiam com ela...
A velhinha desmaiou!
(Enviada por Yuri Leonardo ao Jornal DAQUI)
(Imagem da net)

*RECEITA: AMBROSIA*

INGREDIENTES:
1 kg de açúcar
1 lata de leite
3 cravos da índia
1 pau de canela em rama
1 colher (sopa) de suco de limão
12 ovos

MODO DE FAZER:
Junte o leite com o açúcar, mexa sobre o fogo até dissolver.
Quando levantar fervura acrescente o cravo, a canela e o suco
de limão, deixe em fervura branda enquanto bate os ovos na
batedeira. Os ovos devem ficar esbranquiçado e fofos. Adicione
os ovos sobre o leite e não mexa até que comece a solidificar.
Então mexa com uma colher para que os pedaços fiquem menores.
Quando a calda engrossar de novo, retire do fogo, e passe para
a vasilha onde será guardado. Sirva gelado.
(Jornal DAQUI)
(Imagem da net)

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

*1-SECADOR ESCONDIDO**2-RECEITA: PURÊ DE MANDIOCA*


*SECADOR ESCONDIDO*

Uma senhora estava em um avião vindo da Suíça. Vendo que
estava sentada ao lado de um padre simpático, perguntou:
-Desculpe-me, padre, posso lhe pedir um favor?
-Claro, minha filha, o que posso fazer por você?
-É que eu comprei um novo secador de cabelo sofisticado, muito
caro. Eu ultrapassei os limites da declaração e estou preocupada
com a Alfândega. Será que o senhor poderia levá-lo debaixo de
sua batina?
-Claro que posso, minha filha, mas você deve saber que eu
não posso mentir!
-O senhor tem um rosto tão honesto, padre, que estou certa de
que eles não lhe farão nenhuma pergunta. E lhe deu o secador.
Quando o padre se apresentou à Alfândega, lhe perguntaram:
-Padre, o senhor tem algo a declarar?
O padre prontamente respondeu:
-Do alto da minha cabeça até a faixa na minha cintura, não
tenho nada a declarar, meu filho.
Achando a resposta estranha, o fiscal da Alfândega perguntou:
-E da cintura para baixo, o que o senhor tem?
-Eu tenho um equipamento maravilhoso, destinado ao uso doméstico,
em especial para as mulheres, mas que nunca foi usado.
Caindo na risada, o fiscal exclamou:
-Pode passar, padre! O próximooooooo...

*RECEITA: PURÊ DE MANDIOCA*

INGREDIENTES:
200 g de mussarela
1 xícara e 1/2 de leite
1 tablete de caldo de legumes
2 colheres sopa de margarina
2 ovos
1 kg de mandioca cozida

MODO DE FAZER:
Cozinhe a mandioca. Assim que tiver bem macia retire e deixe
esfriar. Depois bata 2 vezes no liquidificador, junte os ovos,
margarina, caldo de legumes diossolvido no leite. Misture bem.
Em uma forma refratária coloque o purê, e por cima a mussarela.
Leve ao forno médio por 25 minutos.
(Jornal DAQUI)
(Imagem da net)

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

*1-A LUA ENCIUMADA**2-RECEITA: PIZZA DE ARROZ*


*A LUA ENCIUMADA*

Logo ao entardecer, o Sol foi-se despedindo depois de um dia
ardente. Dando tchau à platéia; mas percebendo as Estrelas
piscando...piscando, e todo vaidoso desapareceu.
Nisso num cantinho aparece a Lua, toda enciumada! Viu que as
Estrelas continuavam piscando, e ficou zangada.
Ao amanhecer, o astro-rei Sol retornava para mais um dia de
trabalho. A Lua estava esperando, mas com seu brilho ofuscado.
Veio com conversinhas para o lado dele. Ele, com seus raios
solares, foi se justificando, dizendo que: ele ardentemente
trabalha, e que só descansa um pouquinho, quando as nuvens
resolvem navegar cobrindo-o todo. E que o ciúme de nada
adiantaria, porque, para as Estrelas brilharem, ele teria que
sair de cena, fazendo com que escurecesse e elas surgissem.
E que ela, a Lua, sempre que ilumina, podem ver casais
apaixonados no luar.
Ela percebendo seu egoísmo, desculpou-se, aplaudiu e aceitou
que cada um tem seu brilho, e que não pode apagar o brilho
de ninguém.

***Ana Maria Gonçalves***
(Imagem da net)

*RECEITA: PIZZA DE ARROZ*

INGREDIENTES:
Massa:
1 xícara de chá de leite
2 ovos
1/2 xícara de chá de óleo
2 colheres de sopa de queijo ralado
1 colher de sobremesa de sal
2 xícaras de chá de arroz cozido
1 colher sopa fermento em pó
Recheio:
1 cebola
3 tomates médios
1 colher de sopa de orégano
1 colher de café de sal
1 colher de sopa de azeite
Fatias de mussarela (200g)

MODO DE FAZER:
Bata todos os ingredientes da massa no liquidificador. Unte e
enfarinhe uma forma de pizza e despeje a massa.
Pique os tomates e a cebola, tempere com sal, orégano e o
azeite. Distribua uniformemente sobre a massa juntamente com
as fatias de mussarela. Leve ao forno médio por 40 minutos.

(Jornal DAQUI)
(Imagem da net)

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

*1-BUSCA DE VALORIZAÇÃO* *2-RECEITA: BRIGADEIRO BRANCO*


*BUSCA DE VALORIZAÇÃO*

"Eu me casei a 14 anos, apaixonada. Nunca desconfiei do meu
marido. Quatro anos atrás, descobri que ele me traía. Foi
um baque e decidi me separar. Após três meses, meu filho de
7 anos pediu que eu deixasse o pai voltar. Consenti, mas
minha autoestima estava abalada e, na mesma época, outro
homem se aproximou. Era ótimo me sentir atraente de novo e
me deslumbrei. Fiz lipo, plástica e alonguei os cabelos.
Mas nossa química não bateu: o beijo e o sexo não me
fisgaram, senti falta de intimidade. Terminei o caso. Depois,
meu marido passou a me valorizar, embora ele nunca tenha
desconfiado de nada."
(Elaine, 35 anos, casada, Assessora Política, de São
Bernardo do Campo (SP))
(Imagem da net)

*RECEITA: BRIGADEIRO BRANCO*

INGREDIENTES:
1 lata de leite condensado
1 colher de sopa rasa de margarina

MODO DE PREPARO:
Coloque em uma panela e leve ao fogo o leite condensado, a
margarina e mexer até que solte do fundo da panela, como o
brigadeiro tradicional. Depois de pronto, combina perfeitamente
com um granulado preto ou branco.
FONTE: tudogostoso.uol.com.br
(Imagem da net)

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

*1-XIXI NO CONFESSIONÁRIO* *2-RECEITA: CONSERVA DE ERVA-DOCE COM SEMENTES DE MOSTARDA E ENDRO*


*XIXI NO CONFESSIONÁRIO*

Uf! Confessamo-nos! Fanny queria que eu procurasse com ela o
Padre Vigário. Não quis. Não gosto dele. Prefiro o Padre
Durand, que tem uma bonita voz. Só possuíamos, as duas, um
único catecismo, de modo que marcamos os pecados no mesmo
livro. Eram aliás os mesmos. Mais ou menos, havíamos ambas
cometido todos eles, exceto uns poucos cujo significado não
sabíamos. Combinamos entretanto acusá-los assim mesmo, para
maior segurança. Na volta repetimos uma para a outra o
sermãozinho que nos havia feito, e Fanny me contou que um dia,
quando era pequena, havia feito xixi no confessionário, tão
grande era o seu medo. Também eu, até parecia de propósito,
sempre me dava vontade na hora. Então eu rezava pedindo: "Meu
Deus, fazei com que eu aguente."
(Michel Quoist)
(Imagem da internet)

*RECEITA: CONSERVA DE ERVA-DOCE COM SEMENTES
DE MOSTARDA E ENDRO*

(PRONTO EM 20 MINUTOS MAIS GELADEIRA
132 CALORIAS EM CADA PORÇÃO)
INGREDIENTES:
3 xícaras de vinagre de vinho branco
11/2 xícara de açúcar
2 colheres (chá) de sal granulado
1/2 colher (chá) de semente de mostarda
1/2 colher (chá) de semente de salsão
2 pimentas vermelhas pequenas (opcional)
3 bulbos médios de erva-doce, cortados em fatias no
sentido do comprimento
Folhas de endro (dill)

PREPARO:
Em uma panela média, leve ao fogo moderado o vinagre, o açúcar,
o sal, as sementes de mostarda e de salsão e as pimentas,
mexendo somente até dissolver o açúcar. Em um pote de vidro
refratário com capacidade para 1 litro, com tampa, arrume as
fatias de erva-doce e as folhas de endro. Por cima, despeje o
líquido temperado bem quente até cobrir as fatias de erva-doce.
Leve à geladeira por uma hora ou até resfriar. Mantenha na
geladeira e sirva como tira-gosto com pães ou acompanhamento
de carnes. Rende 6 porções.
www.claudia.com.br
(Imagem da internet)

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

*1-LENDA DO MILHO* *2-RECEITA: MOLHO PARA CARNES E AVES*


*LENDA DO MILHO*

Nhara era um velho índio que sofria muito com a falta de
alimentos com que lutava sua tribo. Resolveu, então, oferecer
sua vida a Tupã para que, do seu sacrifício, resultasse um
bom alimento para os índios. Ordenou, pois, aos seus filhos
que o arrastassem pelo chão até morrer. Os filhos de Nhara
derramaram muitas lágrimas, mas tiveram de cumprir a ordem
de seu velho pai.
Três luas depois, quando voltaram ao lugar onde haviam
enterrado Nhara, os índios viram o campo coberto de uma planta
estranha, cheia de espigas douradas. Deram-lhe o nome de milho.
Junto, crescia outra planta, enrolada em sua haste. Era o feijão.
Eis por que, ainda hoje, o povo costuma plantar o feijão
na cova do milho. É para recordar como apareceram
pela primeira vez.
(Theobaldo Miranda Santos, Editora Agir)
(Imagem da internet)


*RECEITA: MOLHO PARA CARNES E AVES*

INGREDIENTES:
200 g de maionese
50 ml de shoyu
100 ml de catchup
200 ml de creme de leite
50 ml de mostarda
1 dente de alho amassado
1 cebola pequena ralada
2 colheres de sopa de azeite

MODO DE PREPARO:
Em uma panela coloque o azeite e doure a cebola e o alho.
Depois coloque todos os ingredientes restantes e aguarde
fervura. Apague o fogo e está pronta sua receita. Use
sobre carnes e frangos fritos ou assados.

FONTE: tudogostoso.uol.com.br
(Imagem da internet)

terça-feira, 2 de novembro de 2010

*1-MAMÃE TEM CIÚMES DA MINHA COLEGA* *2- RECEITA DE COCADINHA DE AVEIA*


*MAMÃE TEM CIÚMES DA MINHA COLEGA*

Sei que não está certo. Hoje tornei a discutir com mamãe,
ela sempre me censurando porque não falo meus segredos à ela.
Mas não posso, pois não confio nela. Um dia uma colega da
escola contou-me uma história indecente, e eu disse inocentemente
à ela. Quase deu-me uma tunda; queria explicações; e eu fiquei
nervosa e gaguejei. Ela disse que tudo não passava de mentiras.
No dia seguinte a vovó chegou, soube, e ganhei sermão.
Daí por diante, meço as palavras quando falo.
Quando ainda criança, arriscava perguntas, mas mamãe sempre
respondia mais ou menos; ainda dizia que eu era pequena para
saber certas coisas. Agora que estou moça, faço as mesmas
perguntas de antes, e ela ignora nas respostas. Sempre se
queixando que não confio nela, que conto segredos só para as
colegas. Mas não é verdade, só desabafo e troco idéias com
a colega Sueli. Sei que tudo isso é ciúme.

***Ana Maria Gonçalves***
(Imagem da internet)

*RECEITA: COCADINHA DE AVEIA*

INGREDIENTES:
1 lata de leite condensado
2 latas de açúcar
3 latas de aveia em flocos
1 colher de sopa de manteiga ou margarina sem sal
1 colher de café de baunilha.

MODO DE PREPARO:
Coloque em uma panela todos os ingredientes, misture bem.
Leve ao fogo e mexa em fogo médio até desprender do fundo
da panela. Coloque sobre superfície untada.
Depois de frio corte em quadradinhos.

FONTE: www.tudogostoso.uol.com.br
(Imagem da internet)

sábado, 30 de outubro de 2010

*1-"HÁ OS QUE FOGEM E DEPOIS VOLTAM. ACHO QUE ESSAS PESSOAS SÃO LOUCAS"**2-RECEITA: SOPA DE BETERRABA*


*"HÁ OS QUE FOGEM E DEPOIS VOLTAM. ACHO QUE ESSAS
PESSOAS SÃO LOUCAS"*

"Eu era criança e estava visitando a fábrica em que meu pai
trabalhava. Peguei um graveto e escrevi no chão de areia:
'Kim II-sung'. O chefe do meu pai viu e ficou furioso: 'Como
você escreve o nome do Grande Líder no chão?'. Tive medo e
comecei a esfregar os pés na areia para desmanchar o que
havia escrito. Isso o deixou ainda mais furioso: eu não
devia estar usando os meus pés para apagar aquele nome.
Lembro do meu pai ajoelhando diante do chefe e implorando
para que não me denunciasse. Consegui fugir de lá há sete
anos. Sei de pessoas que escapam da Coreia do Norte e voltam,
dizendo-se decepcionadas. Isso acontece porque a imagem que
elas têm da Coreia do Sul é aquela que veem nas novelas
contrabandeadas, em que todos são ricos. Quando chegam,
percebem que é preciso encontrar emprego, um lugar para
morar e, aí, resolvem voltar. Eu acho que essas pessoas
são loucas."
(Oh Sun Hwan (nome fictício), de 33 anos)(Revista VEJA)
(imagem da internet)

*RECEITA: SOPA DE BETERRABA*

INGREDIENTES:
6 beterrabas
1/2 litro de água
1 colher (sopa) de azeite de oliva
1 cebola roxa ralada
aceto balsâmico a gosto
2 colheres (sopa) de iogurte desnatado

MODO DE FAZER:
Cozinhe as 6 beterrabas lavadas, mas com a casca. Descasque
e corte apenas uma em cubinhos e reserve. Bata as outras 5
beterrabas cozidas no liquidificador com 1/2 litro de água
(se quiser, use a água do cozimento). Leve novamente ao fogo
só para aquecer, acrescentando o azeite, a cebola ralada e o
aceto balsâmico. Ao servir, coloque a beterraba em cubinhos
e o iogurte desnatado.
(Revista Saúde)
(imagem da internet)

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

*1-A LENDA DO DESAPARECIMENTO DO SOL* *2-RECEITA: DOCE DE ABACAXI*


*A LENDA DO DESAPARECIMENTO DO SOL*

Há muito tempo atrás, tempo tão longe que o próprio tempo
esqueceu de marcar, aconteceu um fato estranho, narrado pela
boca das pessoas mais antigas que dizem ter ouvido a história
dos mais velhos.
Naquela época - dizia a história - o Sol brilhava intensamente,
enchendo de calor a vida dos homens, dos vegetais e dos animais.
A cada vez que a Lua ia-se embora, voltava o Sol para esparramar
seus raios no seio da Terra.
Com o passar do tempo, as pessoas não mais se entendiam entre si,
desrespeitavam os iguais e maltratavam abusivamente a natureza,
da qual retiravam todo seu sustento. O Sol, então, descontente
com os habitantes da natureza-terra, desapareceu e pediu a Lua
que avisasse os homens:
- Só voltarei quando os homens procurarem e encontrarem um homem
feliz, uma fonte de água pura, uma flor bonita e alguém que tenha
chorado uma lágrima vermelha.
A Lua deu o recado.
Os homens ficaram desesperados e procuraram por toda a Terra os
pedidos do Sol, sem sucesso. Encontraram apenas a pessoa que
chorava lágrimas vermelhas, de tristeza.
Alguns dias depois, o Sol reapareceu num mundo melhor, de pessoas
mais cuidadosas com suas vidas e com a natureza-terra.

(Edson G. Garcia)
(Imagem da internet)

*RECEITA: DOCE DE ABACAXI*

INGREDIENTES:
1 abacaxi grande em cubo
2 xícaras (chá) de açúcar cristal
2 xícaras (chá) de água
2 caixas de gelatinas sabor abacaxi
1 lata de creme de leite com soro

MODO DE PREPARO:
Coloque o abacaxi cortado para cozinhar com água por 20
minutos, acrescente o açúcar e deixe cozinhar por mais
10 minutos. Desligue o fogo. Dissolva as duas gelatinas
de abacaxi em 1/2 copo de água quente. Na panela com o
abacaxi ainda quente, coloque a gelatina dissolvida
e o creme de leite. Misture e leve à geladeira.
FONTE: maisvoce.globo.com
(Imagem da internet)

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

*1-COLOCOU DESINFETANTE NO SUCO DA MÃE* *2-RECEITA: CREME DE ABÓBORA*


*COLOCOU DESINFETANTE NO SUCO DA MÃE*

A americana Brittany Merril, de 17 anos, foi presa em
Portsmouth (EUA) acusada de colocar desinfetante no suco
de sua mãe, segundo o site G1. A jovem colocou o produto
no suco depois de uma discussão entre elas. A filha acabou
presa depois que a mãe ligou para a polícia. A vítima
relatou para a polícia uma sensação de queimação na
garganta após beber o suco. Mesmo assim, ela não quis
ser levada para o hospital. Brittany terá de comparecer
a uma audiência no tribunal.
(Jornal DAQUI)
(Imagem da internet)


*RECEITA: CREME DE ABÓBORA*

RENDIMENTO: 4 PORÇÕES.
INGREDIENTES:
-400 g de abóbora madura (cortada em cubos)
-1/2 litro de água, sal a gosto
-1 cebola picada
-1 pimenta dedo-de-moça (opcional)
-1/2 copo de leite desnatado
-1 colher (sopa) de amido de milho (maisena)
-4 colheres (sopa) de queijo cottage
-salsa picadinha a gosto
-1 colher (sopa) de queijo parmesão ralado
-1 colher (sopa) de azeite

MODO DE FAZER:
Cozinhe a abóbora com 1/2 litro de água e sal por uns 15 minutos,
ou até ficar macia. Reserve alguns pedaços. Refogue a cebola em um
pouquinho de água. Junte à cebola, a abóbora e a água do cozimento.
Cozinhe mais um pouco. Depois, bata no liquidificador e volte ao fogo.
Junte a pimenta e a maisena dissolvida pelo leite e mexa até ferver.
Retire do fogo, coloque o queijo cottage, a salsa, os pedaços de
abóbora reservados, salpique o parmesão ralado e regue com uma
colher de azeite. Sirva imediatamente. 115 calorias.

(SAÚDE JORNAL Silvana Tavano)
(Imagem da internet)

terça-feira, 19 de outubro de 2010

*1-O SABIÁ* *2-RECEITA: CROQUETES DE BATATA*


*O SABIÁ*

Se eu dissesse que cantava, mentiria. Não cantava. Estava
quieto; demorou-se algum tempo, depois partiu.
Mas eu presto meu depoimento perante a História. Eu vi. Era
um sabiá, e pousou no alto da palmeira. "Minha terra tem
palmeiras onde canta o sabiá." Não cantou. Ouviu o canto de
outro sabiá que cantava longe, e partiu.
Era um sabiá-laranjeira, de peito cor de ferrugem; pousou numa
palmeira cheia de cachos de coquinhos, perto da varanda. Ouviu
um canto distante, que vinha talvez dos pés de mulungu. Sabeis,
naturalmente: é agosto e os mulungus estão floridos, estão
em pura flor, cada um é uma grande chama cor de tijolo. Foi
de lá que veio um canto saudoso, e meu sabiá-laranjeira partiu.
Mas ele estava pousado na palmeira. Descanse em paz nas ondas
do mar, meu velho Antônio Gonçalves Dias; dorme no seio azul de
Iemanjá, Antônio. Ainda há sabiás nas palmeiras, ainda há
esperança no Brasil.
(Rubem Braga)
(Imagem da internet)

*RECEITA: CROQUETES DE BATATA*

INGREDIENTES:
600 g de batata
2 ovos
1 colher de sopa de margarina
1 colher de sopa de parmesão ralado
Pedacinhos de queijo minas ou branco.

MODO DE PREPARO:
Cozinhe as batatas na água e sal e passe no espremedor ainda
quente. Junte a margarina e o queijo. Adicione os ovos
batidos separadamente e a farinha de trigo (suficiente para
enrolar). Faça os croquetes do tamanho desejado. Recheie
com um pedacinho de queijo. Enrole, passe no ovo, na farinha
de rosca e frite em óleo quente.
FONTE: tudogostoso.uol.com.br
(Imagem da internet)

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

*1-UM SONHO DE FÉRIAS* *2-RECEITA: O SUCESSO DO SEU BOLO*


*UM SONHO DE FÉRIAS*

Vários jovens sonham com férias em família, mas alguns não
gostam de viajar e, às vezes, preferem nem sair de casa.
Algumas pessoas sonham com as férias perfeitas: na Disney
ou em um país diferente, por exemplo. Para algumas crianças
ou jovens, basta alguma visita a um parente ou até mesmo
ir a um lugar diferente.
E nem sempre tudo acontece como planejamos. Às vezes, algo
sai errado e, na hora, essa coisa pode não ser tão divertida,
mas, depois que isso passa, vira um grande motivo de risos.
Nem toda criança pode fazer uma viagem fantástica a um país
diferente ou à Disney, mas não só férias em lugares como
esses são divertidas. Um simples passeio a um lugar que
não conhecemos ou mesmo a um lugar que já visitamos uma ou
várias vezes pode ser bem divertido, até mais do que ir a
outros países e lugares.
Um sonho de férias pode ser algo simples. Você pode chegar
a sonhar em visitar uma pessoa que não está muito longe,
mas de quem você sente saudade. Só isso basta para um
sonho de férias.
(Lucas Humberto de Macedo Assis, Repórter mirim
número 29.046/10-GO)

*RECEITA: O SUCESSO DO SEU BOLO*

Ao colocar o seu bolo preferido para assar, saiba que, enquanto
não sentir o cheirinho de assado, é sinal de que a massa ainda
está crua. Quando abrir o forno e notar que ficou dourado por
fora, mas não assou por dentro, experimente colocar uma
assadeira ou panela com água na grade superior do forno, acima
do bolo. Ao retirá-lo do forno, cubra-o imediatamente com um
pano seco, tendo o cuidado de manter portas e janelas fechadas.
Isso evitará que alguma corrente de ar murche o bolo.
(Revista MAIS FELIZ)
(Imagem da internet)

sábado, 16 de outubro de 2010

*1-LENDA DA VITÓRIA-RÉGIA* *2-RECEITA: SUÃ DA ROÇA*


*LENDA DA VITÓRIA-RÉGIA*

_De onde vêm as estrelas que brilham no céu? _ Perguntou um
curumi (criança) ao cacique da tribo.
_Cada estrela _ explicou o morubixaba _ é uma índia.
_Como assim? _ Quis saber o menino.
_A Lua , meu filho é um belo guerreiro, forte e valente, que
nas noites claras de luar desce à Terra e se casa com uma índia
que se torna uma estrela.
_Que interessante _ comentou o curumi.
_É _ concordou o chefe _Mas... houve uma, talvez a mais linda de
todas, com a qual ele não quis se casar.
_Que tolo! Por quê? Então ela não foi transformada em estrela?!
_Vou lhe contar como aconteceu: foi a muitos e muitos anos. Havia
em nossa tribo uma jovem linda como uma flor e graciosa como a
pomba-rola, chamada Naiá. Certa vez, passeando pela mata, Naiá
avistou a Lua e por ela se apaixonou.
_E depois, o que aconteceu? _ Perguntou o menino, interrompendo-o.
_A jovem recusava todas as propostas de casamento que lhe faziam
os guerreiros da tribo. Ela estava, realmente, enamorada pela
Lua, e todas as noites ficava extasiada, admirando-a. Algumas vezes
chegava até a correr pela mata, com os braços estendidos, na
esperança de alcançá-la. Mas a Lua continuava afastada, indiferente
ao seu amor.
_Pobrezinha _ lamentou o menino, sacudindo a cabeça.
_Certa noite _ continuou o morubixaba _ Naiá estava triste e sentou-se
à beira do lago. De repente, viu refletida nas águas claras a imagem
da Lua. Ficou tão contente que, para não perdê-la, estendeu os braços,
procurando agarrá-la, e lançou-se nas águas profundas.
_Que triste fim para tão grande amor _ concluiu o menino amargurado.
_Mas a Lua a compensou. Mesmo não fazendo de Naiá uma estrela do céu,
fê-la uma estrela das águas, transformando-a numa flor de
resplandecente beleza.
_Como é o nome dessa flor?
-É vitória-régia!

(Elos Sand, Folhinha de São Paulo)
(Imagem da internet)


*RECEITA SUÃ DA ROÇA*

INGREDIENTES:
2 kg de suã (peça ao açougueiro para cortar junto com o lombo
fatiando na espessura de dois dedos)
1 cabeça de alho
1 cebola
4 copos de arroz
2 fatias de bacon
Vinagre, óleo e sal

MODO DE PREPARO:
Coloque em uma panela fervente a suã com vinagre, lave e escorra.
Doure bem o alho, a cebola e o bacon bem picadinhos.
No óleo refogue a suã com sal, doure bastante, até ficar
moreninha. Coloque 1 copo de água e deixe cozinhar. Acrescente
o arroz, coloque a água. Depois de pronto, abaixe o fogo e
coloque colheradas de água fria, o arroz fica soltinho.

FONTE: tudogostoso.uol.com.br
(Imagem da internet)

terça-feira, 12 de outubro de 2010

*1-MAJA, A ABELHINHA DIFERENTE* *2-RECEITA DE TABULE*


*MAJA, A ABELHINHA DIFERENTE*

Maja é uma abelhinha diferente. Logo nos primeiros dias
de vida, ao constatar o trabalho rotineiro de uma abelha
(ir e voltar e fabricar mel e cera), resolve abandonar o
cortiço, para poder gozar uma vida livre e independente.
Os momentos de prazer vividos por Maja em sua aventura
contrastam com os momentos de amargura. Mas existe nela
um desejo sempre presente de descoberta. E um desses
desejos é conhecer o homem, um animal sobre o qual todos
os bichos lhe falam e cada um dá informações diferentes.
Quando encontra finalmente o homem, Maja...
Bem, não queremos tirar-lhe o prazer da leitura desse
livro, cuja personagem, Maja, simboliza o desejo que cada
um de nós possui: a busca da liberdade.
(Retirado da internet)
(Imagem da internet)

*RECEITA: TABULE*

INGREDIENTES:
250 gr de trigo
4 tomates
1 cebola
1 maço de salsinha
1 maço de hortelã
1 pepino
1 pé de alface
Limão, sal e azeite a gosto.

MODO DE FAZER:
Lave o trigo e escorra, algumas vezes. Deixe de molho em água
por 15 minutos. Pique os legumes em quadradinho, lave e pique
a salsinha e a hortelã bem fininhas. Esprema o trigo, retire
toda a água e junte com os legumes. Tempere com limão, sal
e azeite a gosto. Sirva com folhas de alface inteiras.

(Minha Revista)
(Imagem da internet)

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

*1-O CARACOL E A PITANGA* *2-RECEITA DE TCHAI*


*O CARACOL E A PITANGA*

Há dois dias, o caracol galgava lentamente o tronco da pitangueira,
subindo e parando, parando e subindo. Quarenta e oito horas de
esforço tranquilo, de caminhar filosófico. De repente, enquanto ele
fazia mais um movimento para avançar, desceu pelo tronco,
apressadamente, no seu passo fustigado e ágil, uma formiga-maluca,
dessas que vão e vêm mais rápidas que coelho de desenho animado.
Parou um instantinho, olhou zombeteira o caracol e disse:
- Volta, volta, velho! Que é que você vai fazer lá em cima? Não
é tempo de pitanga.
- Vou indo, vou indo - respondeu calmamente o caracol. - Quando
eu chegar lá em cima, vai ser tempo de pitanga.

(Millôr Fernandes)
(imagem da internet)

*RECEITA DE TCHAI*

INGREDIENTES:
1 raiz de gengibre
3 paus de canela,
5 cravos
1 xícara de açúcar
1 litro de leite
1/2 xícara de água

MODO DE PREPARO:
Prepare o caramelo. Depois acrescente o gengibre picado,
canela e cravos. Misture o caramelo ao leite quente.

FONTE: tudogostoso.uol.com.br
(Imagem da internet)

sábado, 9 de outubro de 2010

*1-RUIM COM ELA, PIOR SEM ELA* *2-RECEITA DE CHOCOLATE QUENTE*


*RUIM COM ELA, PIOR SEM ELA*

Conta-se na Índia uma lenda sobre a criação do homem e da mulher.
Quando acabou de criar o homem, o Criador reparou que tinha usado
todos os elementos concretos; nada mais havia de sólido, maciço
ou duro para criar a mulher. Depois de pensar muito tempo
o Criador tomou:
"A redondeza da Lua a flexibilidade da trepadeira, a farfalhar da
grama, a finura da cana, o desabrochar das flores, a leveza das
folhas, a serenidade dos raios de sol, as lágrimas das nuvens, a
instabilidade do vento, a timidez de um coelho, a vaidade do
pavão, a maciez da penugem, a doçura do mel, a crueldade de um
tigre, o crepitar do fogo, o frio da neve, a tagarelice do
papagaio, o cantar do rouxinol, a astúcia da raposa e a
fidelidade de uma leoa".
Misturando todos esses elementos não sólidos, o Criador fez a mulher
e a deu ao homem. Depois de uma semana o homem voltou e disse:
- Senhor, a criatura que me deste faz a minha vida infeliz. Ela
fala sem cessar e atormenta-me de tal maneira que não tenho descanso.
Ela insiste em que lhe dê atenção o dia inteiro e assim, as minhas
horas são desperdiçadas. Ela chora por qualquer motivo e leva
a vida sonhando. Vim devolvê-la porque não posso viver com ela.
O Criador disse: - "Está bem". E tomou-se de volta. Depois de uma
semana o homem voltou ao Criador e disse:

- Senhor, a minha vida é tão vazia desde que eu trouxe aquela
criatura de volta! Eu sempre penso nela; em como dançava e cantava,
como me olhava, como conversava comigo e depois se aconchegava a
mim. Ela era agradável de se ver e acariciar. Eu gostava de ouví-la
rir. Por favor, quero-a de volta!
O Criador disse: - "Está bem!" E a devolveu.
Mas, passados três dias o homem voltou e disse:
- Senhor, eu não sei; não posso explicar. Mas, depois de toda a
minha experiência com esta criatura, cheguei a conclusão de que
ela me causa mais problemas do que prazer. Peço-te, toma-a de novo.
Não posso viver com ela!
O Criador respondeu: - Mas, tu também não podes viver sem ela! - E
virou as costas ao homem e continuou o seu trabalho. O homem
desesperado disse: - Como é que eu vou fazer? Não consigo viver
com ela e não consigo viver sem ela?

LEMBRE-SE: O amor é um sentimento a ser aprendido! O casamento
precisa de um pouquinho de cada coisa, e para mantê-lo muita
compreensão e oração.
(Ganhei essa mensagem na Matriz de Campinas)
(Imagem da internet)


*RECEITA: CHOCOLATE QUENTE*

INGREDIENTES:
1 xícara de leite
1 xícara de chocolate meio amargo picado
1/4 de xícara de cacau em pó
6 marshmallows picados.

MODO DE FAZER:
Em uma panela, leve ao fogo médio o leite, o chocolate e o cacau,
mexendo sempre, até o chocolate derreter. Retire e sirva com o
marshmallow. Rende 3 canecas.
450 calorias em cada caneca.
(Revista Claudia)
(Imagem da internet)

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

*1-QUERIA ENGRAVIDAR* *2-RECEITA: REFRESCO DE KIWI E UVA*


*QUERIA ENGRAVIDAR*

"Procurei a clínica do doutor Roger em 2001 porque queria
engravidar, mas meu ex-marido, com quem era casada na época,
havia feito vasectomia. Já na primeira consulta, com meu
marido ao lado, Roger tentou esfregar o pé dele no meu,
debaixo da mesa, algumas vezes.
Eu tirei meu pé, achei estranho, mas não falei nada porque
tinha medo de que meu marido quisesse interromper o
tratamento. Fechamos um pacote para três tentativas por
30.000 reais. Daí em diante, passei a ir sozinha às consultas,
que eram sempre bem cedo. Fiquei a sós com o doutor Roger
diversas vezes e nada aconteceu. Até que, um dia, estávamos
sozinhos numa sala, ele me pegou pelo pescoço, me empurrou
na parede, me beijou à força e ficou passando a língua na
minha boca. Eu me desvencilhei e perguntei se ele era louco.
Ele não respondeu.
Limpei a boca, com nojo, e fui embora. Não contei nada, de
novo, porque meu sonho era ser mãe. Na segunda tentativa, a
fertilização deu certo, e hoje eu tenho filhos gêmeos lindos,
de 7 anos. Não me arrependo de nada porque realizei meu
sonho. Resolvi denunciar quando soube que ele tinha feito isso
e coisas muito mais graves com várias mulheres. Até então,
pensava que havia sido só comigo. Eu espero que ele fique
500 anos preso".
(Gislaine Afanasiev)
(Imagem da internet)

*RECEITA:REFRESCO DE KIWI E UVA*

INGREDIENTES:
4 kiwis descascados
300g de uva thompson
1 xícara de água
1 colher (sopa) de suco de limão
4 colheres (sopa) de açúcar
1 lata de club soda
20 cubos de gelo

MODO DE FAZER:
No liquidificador, bata todos os ingredientes, exceto a club
soda e o gelo. Coe e distribua entre quatro copos. Complete
com club soda e sirva com os cubos de gelo. Rende 4 copos.
180 calorias em cada copo.
(Revista CLAUDIA)
(Imagem da internet)

terça-feira, 28 de setembro de 2010

*1-UMA ESTÓRIA DO MOBRAL* *2-RECEITA: SOPA DA VIDA*


*UMA ESTÓRIA DO MOBRAL*

Corria o ano de 1970. Eram pouco mais de vinte homens e mulheres,
jovens e velhos. Em comum, apenas a pobreza imensa e o desejo
de aprender a ler. Conseguiu-se uma alfabetizadora. Porém, por
mais que procurassem, não conseguiram um lugar que os coubesse.
Os barracos pequenos, as famílias numerosas. Nem ao menos uma
igrejinha, um clube, um salão, um galpão - nada. Era um
lugarejo muito pobre.
Mas havia uma árvore imensa, com os ramos de tal modo
entrelaçados, que sua copa impedia a passagem do sereno e da
chuva.
E havia uma imensa vontade de aprender.
Pendurou-se o quadro-giz em um prego, cravado no tronco.
Noutro prego, cada qual trazendo seu próprio banco e sua
lamparina, reuniam-se todos, mansamente, como um bando de
vaga-lumes, debaixo da copa da árvore.
E no silêncio da noite, povoado apenas do barulho de grilos
e sapos, ouvia-se um som novo, um cantochão formado pelo
coro de professor e alunos:
Tijolo; ta, te, ti, to, tu; tatu; teto. Ti-jo-lo.

(Do livro Estórias do MOBRAL)
(Imagem da internet)

*RECEITA: SOPA DA VIDA*

INGREDIENTES:
200g de músculo
2 inhames
2 batatas-doces
2 pedaços de mandioca
1 chuchu pequeno
2 batatas inglesas
2 batatas baroa
1 cebola picada
2 folhas de espinafre
2 talos de couve
2 folhas de couve
Macarrão parafuso
(uma concha cheia)
Salsinha, cebolinha e sal a gosto.

MODO DE FAZER:
Pique em pedaços o músculo, refogue com a cebola e cozinhe na
panela de pressão até amolecer. Reserve. Lave os legumes em
água filtrada, pique-os. Refogue junto com a carne por cinco
minutos, adicione dois copos (requeijão) de água e cozinha
por seis minutos para não perder as vitaminas. Coloque no
liquidificador os legumes, a carne, as folhas de espinafre,
a couve, os talos de couve e bata. Leve para uma panela, junte
o macarrão e cozinhe por mais seis minutos. Polvilhe com
a salsa e a cebolinha e sirva.
(Revista Ana Maria)
(Imagem da internet)

sábado, 25 de setembro de 2010

*1-QUANDO O AMOR SE ENCONTRA ATÉ O SOL DEVE PARAR* *2-RECEITA: BOLO DE MILHO*


*QUANDO O AMOR SE ENCONTRA ATÉ O SOL DEVE PARAR*

Gabriela caminhou longo tempo em silêncio. Depois,
subitamente, detendo-se, volveu para mim, com uma expressão
corajosa no olhar:
- Por que gosta de mim?
Como, depois, me arrependi de não lhe ter feito esta confissão
há tanto tempo guardada! Devia ter-lhe dito que a amava
doidamente, devia tê-la abraçado e beijado mil vezes.
Que importava estivéssemos na rua? Era como se um arco-íris se
desenhasse no céu. Quando o amor se encontra, até o sol
deve parar.
(Cyro dos Anjos)
(Imagem da internet)

*RECEITA: BOLO DE MILHO*

INGREDIENTES:
3 espigas de milho (retira-se da espiga)
1 vidro de leite de coco
4 ovos
1 pitada de sal
1 pedaço pequeno de queijo tipo minas padrão, picado
11/2 xícara de açúcar
1 xícara de fubá

MODO DE FAZER:
Bater os 4 primeiros ingredientes no liquidificador. Depois,
acrescentar os demais e bater mais um pouco. Colocar no forno
para assar por cerca de 1 hora. O bolo fica cremoso.

FONTE: www.tudogostoso.com.br
(Imagem da internet)

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

*1-A LENDA DA MANDIOCA* *2-RECEITA: CARNE SECA*


*A LENDA DA MANDIOCA*

Nasceu uma indiazinha linda e a mãe e o pai tupis espantaram-se:
- Como é branquinha esta criança!
Chamaram-na Mani. Comia pouco e pouco bebia. Mani parecia
esconder um mistério.
Uma bela manhã, não se levantou da rede.
O pajé deu ervas e bebidas à menina.
Mani sorria, sem doença e sem dor.
E, sorrindo, Mani morreu.
Os pais a enterraram dentro da própria oca e regavam sua cova
com água (como era costume dos índios tupis) mas também
com lágrimas de saudade.
Um dia, perceberam que da cova de Mani rompia uma plantinha
verde e viçosa.
A planta desconhecida crescia depressa.
Poucas luas se passaram, e ela estava altinha, com um caule
forte, que até fazia a terra se rachar em torno.
- Vamos cavar? Comentou a mãe de mani.
Cavaram pouco e, à flor da terra, viram umas raízes grossas e
morenas, quase da cor dos curumins, nome que dão aos indiozinhos.
Mas, sob a casquinha marrom, lá estava a polpa branquinha,
quase da cor de Mani.
- Vamos chamá-la Mani-oca, resolveram os índios.
Transformaram a planta em alimento.
E até hoje, entre os índios do Norte e do Centro do Brasil, é este
um alimento muito importante.
E, em todo o Brasil, quem não gosta da mandioca?

(Maria Thereza C. de Glácomo)
(Imagem da internet)

*RECEITA: CARNE SECA*

INGREDIENTES:
500 g de carne seca sem gordura
4 batatas médias
1 cebola cortada em tiras finas
Orégano a gosto
2 colheres de sopa de azeite
Sal a gosto.

MODO DE FAZER:
Coloque a carne seca de molho de um dia para o outro. No dia
seguinte ferva a carne seca em água limpa durante aproximadamente
30 minutos. Cozinhe a carne seca até que ela fique bem macia
e desfie bem. Corte as batatas em cubinhos cozinhe até que
fique um pouco cozida, não muito macias. Coloque o azeite
em uma panela e frite a carne-seca, acrescente o orégano, o
sal e as batatas e misture bem até que as batatas fiquem mais macias.

FONTE: www.tudogostoso.com.br
(Imagem da internet)